Facebook pede desculpas após a tradução errada vê o homem palestino preso por colocar ‘bom dia’

Facebook pediu desculpas depois que um homem palestino foi preso pela polícia israelense para um post dizendo “bom dia” que o seu serviço automático de tradução erroneamente traduzido como “atacar” em hebraico e “feri-los” em Inglês, informa o jornal israelense Haaretz. O homem é um trabalhador da construção civil perto de Jerusalém, relata o Guardian. Ele postou uma foto de si mesmo na semana passada encostado a um bulldozer com a legenda “يصبحهم”, ou “yusbihuhum”, que se traduz como “bom dia”.

A polícia prendeu o homem depois de terem sido notificados sobre o post e suspeitavam que ele estava planejando um ataque veículo usando o bulldozer. Ele foi libertado horas depois depois que a polícia percebeu o erro. Haaretz relata que antes de sua prisão, nenhum oficial de língua árabe tinha lido pós Facebook do homem.

Facebook está actualmente a investigar a questão e Necip Fazil Ayan, gerente de engenharia no grupo tecnologias da linguagem do Facebook, disse em um comunicado a Gizmodo que, apesar de erros pode acontecer, traduções da empresa estão ficando melhor a cada dia. “Infelizmente, os nossos sistemas de tradução cometeu um erro na semana passada que interpretou mal o que essa pessoa postou. Pedimos desculpas a ele e sua família para o erro e o rompimento isto causou.”

traduções do Facebook são totalmente alimentado por AI, e em torno de 4,5 bilhões de traduções são feitas todos os dias através da rede social.